Trata-me como um urso de peluche

Estou a senti-me passivo ultimamente. Podem achar que estou a fazer-me passar por fraco, que é tudo falso e que o papel de manso atrai gajas, mas na verdade só me apetece admirar a cona da Idalina. Não, a cona não. Desculpem. Quero ver aquele rabo reluzente, empinadíssimo, guloso...

Não, não quero ver-te nua. Por favor, não te atrevas a tirar a roupa. Provoca-me. Abre as pernas só para me dizer que me queres. Mas não mostres o sexo. Por favor. Faz-me passar fome. Mantém-me preso a ti. Trata-me como se fosse o teu brinquedo. Como se fosse o teu ursinho de peluche...

4 comments

Gil António 3 de julho de 2017 às 07:21

Bom dia

O tema aqui também é recorrente sempre a máxima do Homem Fodilhão que come as mulheres todas, seja a da esquina, do supermercado, da farmácia, a pedinte, a empregada doméstica, etc.

Fodilhão mesmo, ou apenas imaginação do autor?

Respondi lá no cantinho, gostava que lesse,

Abraço

Dalila Lopez 3 de julho de 2017 às 15:20

Estás então a pedir para te "deixar passar fome"?hehehhehe por vezes dá muito jeito :-) :P Gostei muito

Beijos

Feia 3 de julho de 2017 às 20:56

Acho k me enganei no blog... Ahah

António 3 de julho de 2017 às 23:17

espera aí... de manhã sou fodilhão, segundo o gil, de tarde sou um manso, segundo a feia. dalila, consegues desempatar?

Enviar um comentário