perdeu a graça com o silicone

É sempre a mesma gaja. No dia das bruxas recebemos a visita da amiga da minha mulher, pretensiosa como todas as outras, que gosta de apanhar na peida. Desta vez trouxe os filhos e as sobrinhas. Uma multidão, que nos deu menos espaço para pinar num cantinho qualquer. Trouxe também uma grande novidade. E quando digo grande, quero dizer gigantesca: pôs mamas falsas, deixando-a a meio caminho das glândulas pornográficas da Lola Ferrari.


Parece que não estava feliz com a prateleira monumental que exibia na última vez que a fodi. Decidiu colocar um firme par de almofadas de silicone, porque, segundo ela, os tipos com casa, carro e conta bancária já não se deixam apanhar com coisas baratas como umas calças push up da Zara e pestanas postiças da Primark.

Eu percebo que queira sacar alguém que lhe pague as faturas ao fim do mês, mas a mim não me empolga. Mais depressa mamava numas mamas flácidas do que numas mamas recheadas por siloxanos polimerizados. Decidi, por isso, fechar os olhos à borracha que ela tinha no peito e voltei a comer-lhe o cu, perfeitamente enquadrado por duas nádegas descaídas.
partilha:

10 comentários:

  1. É um perigo ser amigo da tua mulher, comes tudo... bolas...até silicone...
    :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. silicone não comi. pus de lado, como as crianças fazem com as ervilhas, e devorei o resto

      Eliminar
  2. Silicone... só mesmo para tapar buracos nas paredes :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. como sabes, eu gosto de buracos. por isso, o silicone não me vale de nada

      Eliminar
  3. Quem assim tanto come
    Pode ter uma certeza
    Que nunca morre de fome
    Nem morrerá de fraqueza
    .
    .
    Deixo cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a comer é que está o ganho
      já dizia o meu tio Pedro.
      se tratares as mulheres como rebanho
      vais ficar a chuchar no dedo.

      Eliminar
  4. E o PDR entra nessa dança
    Come buceta, cuzinho e não se cansa
    Como o que a mulher tiver de jeito
    Como de lado, de esquerdo ou de direito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quem dança quer pintar a manta,
      já dizia a minha tia alzira.
      não quiseste comer-lhe a tranca,
      vais continuar a dançar o vira

      Eliminar
  5. hum...deixou de lado as tetas novas e partiu pro velho cú; nada mal!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. parece que estás a tentar perceber se há alguma coisa decente em mim. népias. sou incorrigível

      Eliminar