close-up #31 - fome que dá em fartura


A apenas algumas horas para terminar o jejum de cona que prometi ao Ronaldo depois de ver aquele festim de golos contra os nossos vizinhos de leste, dei um passeio na marginal de uma conhecida praia do sul. Foi um erro. Aquilo era uma exposição de ratas a céu aberto. Nunca vi tantas loiras com sotaque da Europa do Norte juntas. Pareciam missionárias em África, com a tarefa divina de aliviar os locais. Duas delas levaram-me a um bar, pagaram-me um copo, perguntei-lhes qual delas queria aliviar o meu cepo esfaimado e acabei na cama com a mais despachada das ruças.

Apanhou com um colossal banho de porra e ainda teve direito a uma regada esfrega de picha.

partilha:

2 comentários:

  1. A Fartura nunca fez mal a ninguém. Não havia mosca por lá? :)))Adorei!
    vens?
    Beijinhos molhados :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mosca?! havia picha e cona e uma fome do caralho!

      Eliminar