eros dixit #72


Se me perguntassem que tipo de cona é que eu gosto mais, diria que é uma mulher de 50, com a mania que é jovem, mal fodida e com um corpo relativamente firme, mas que teve o seu apogeu nos anos 90. Reparem nesta, por exemplo. Durante uma festa que tinha tudo para correr mal disse-me ao ouvido que eu tinha um belo traseiro, deu a mão ao marido, piscou o olho como se fazia no século passado e pediu a uma amiga para me dar o número de telefone dela como se estivesse no liceu. Reparem como é bela esta pré-idosa... Não quer fazer amor porque já sabe o que isso é e não quer amarras porque já está casada há mais tempo do que gostaria. O que ela quer é foder. Porque nunca o fez como deve ser. O que ela quer é um grande e duro caralho naquela flácida pachacha. E, se a coisa correr bem, gostava de saber se é mesmo bom apanhar no cu. Perguntam-me agora como é que eu saquei a atenção desta cota. Fiz o que o meu pai me ensinou:

"Se usares uma calças que realcem o pinheiro, a festa virá até ao bordalo."

podes partilhar:

4 comentários:

  1. O Pinheiro? Normalmente, fazem-lhe cair as pinhas :)))

    Por aqui- 💕 A Carta ...A reconciliação 💕
    .
    Beijinhos molhados :)))

    ResponderEliminar
  2. Eu ainda com 40, gosto do mesmo que a senhora de 50.

    Belinha

    ResponderEliminar
  3. Existem fetiches assim. Notando a sua falta lá no blogue? O que aconteceu? Espero em nome da administração do Delírios que não esteja doente.
    Beijinho

    ResponderEliminar