como se programa uma maratona de sexo


Vou passar os próximos dias sem a mulher e os putos. A última vez que isto aconteceu foi no longínquo mês de fevereiro e deu merda. Ou antes, deu porra. Deu langonha em toda a cona em que pousava os olhos e a enfiava a vigorosa verga. Foi um ver-se-te-avias. Fiquei com o nabo em carne viva de tanto aviar pito. Tive, no entanto, demasiados momentos mortos para meu gosto. E toda a gente sabe que eu só me sinto feliz quando levo este meu grosso membro ao limite.

Desta vez, fiz a coisa por antecipação, para assim ter todas as horas do dia preenchidas. Primeiro convidei as gajas boas para alarve queca. Como algumas tinham mais que fazer, atirei-me às gajas assim-assim. Ainda assim fiquei com algumas vagas e, por isso, convoquei um par de gajas que fodem por tudo e por nada (tão fáceis, tão fáceis que os tipos cá da aldeia servem-se delas quando estão de ressaca). Por fim, desafiei uma que é um trambolho, mas faz um broche de cair para o lado. Desta forma, tenho rata garantida para 1000 minutos por dia.

Sobram 30 minutos para 1 ou 2 saudáveis punhetas, 300 minutos para fechar os olhos e descansar o pau, 80 minutos para comer e restabelecer líquidos no corpo e 30 minutos para mijar e arrear o calhau.


Fiz a programação da maratona de sexo como se fosse uma ida às compras. Primeiro as mais firmes, com mamas e rabos rijos como pêros, depois as mais gastas, com trancas e prateleiras moles como a uva mijona. No fim, o tal trambolho, que serve apenas para desinfectar a cabeça do canhão, antes de voltar a enfiá-lo numa nova série de gajas boas. É uma espécie de amuse-bouche, que, como sabem, é um prato ligeiro que serve para limpar o palato.
partilha:

3 comentários:

  1. que bela lambida este gif !! veja nosso blog tambem hotmilfbr.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Tão planejador e tarado... ou um tarado planejador

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nem sou gajo de planear quecas. mas desta vez apetecia-me pinar sem parar

      Eliminar