cantigas do bandido #15

Fiquei emocionado (creio mesmo que chorei) quando li que uma das concorrentes de um reality show manteve a castidade até aos 28 anos. Provavelmente tem a passarinha feita num 8, pensei. Ou então é feia. Ou sonsa. O melhor, contudo, estava guardado para o fim. Parece que a moça perdeu a virgindade num apartamento na Brandoa. Se isto não é poesia, não sei bem o que é...

Ali, no chão que é cama para amor urgente
perdeste a inocência para um indigente.

Fizeste amor que não espera para ir para a cama,
ali, no reles tapete que te fez arder sem chama.

Nesse dia, o grelo destronou o falo,
rijo, duro, imundo talo.

Romperam-te o hímen,
frágil hífen.

Perdeste a virgindade num pardieiro,
num T0 da Amadora, a velha Porcalhota.
Não te canses a procurar agulha no palheiro;
não havendo hímen, haverá sempre pichota.
partilha:

6 comentários:

  1. Ser virgem não é obrigação
    Mas é engraçado, porreiro
    Que seja preciso um furação
    Para abrir o caminho primeiro
    .............
    .
    * Corpos molhados em águas de malícia e volúpia sensual *
    .
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o que é porreiro é porra
      a encher o pito à tripa-forra.
      talvez a virgindade seja catita
      para quem não quer comer crica.

      Eliminar
  2. A cantiga do bandido e da bandida.
    :))
    Ei-la: https://youtu.be/xjOsVO5L9MU
    Boa semana.:)

    ResponderEliminar
  3. minhamiga se guardou até os 32! quando o pai descobriu, bateu nela de cinto! tadinha dela: deu e o cafajeste não casou!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. adoro melodramas mexicanos: têm sempre gajas com grandes mamas, mamãs e papás idiotas e idiotas que gostam de molhar o pincel

      Eliminar